No dia 17 de outubro de 2003, no decurso da 32ª Conferência Geral da UNESCO, foi aprovada a Convenção para a Salvaguarda do Património Cultural Imaterial, que entrou em vigor no dia 20 de Abril de 2006.

A Convenção tem como objetivos a salvaguarda, respeito, sensibilização a nível local, nacional e internacional, do património cultural imaterial das comunidades, grupos e indivíduos, bem como a cooperação e o auxílio internacionais, no quadro de um mundo cada vez mais globalizado que ameaça uniformizar as culturas e aumentar as desigualdades sociais.

Portugal depositou o instrumento de ratificação a 21 de Maio de 2008.

Portugal tem 7 bens inscritos na Lista Representativa de Património Cultural Imaterial da Humanidade:

  • Fado, música popular urbana portuguesa (2013)
  • Dieta mediterrânica (2013)
  • Cante alentejano, cantar polifónico do Alentejo, sul de Portugal (2014)
  • Manufactura de chocalhos (2015)
  • Falcoaria, um património humano vivo (2016)
  • Processo de manufactura da olaria preta de Bisalhães (2016)
  • Produção de figurado em Barro de Estremoz (2017) 

A Manufatura de chocalhos e o Processo de Manufatura da Olaria Preta de Bisalhães fazem parte da Lista do Património Cultural Imaterial da Humanidade que necessita de salvaguarda urgente.

Consulte aqui a Lista Representativa do Património Cultural Imaterial da Humanidade.

Saiba mais no sítio Web da CNU.

  • Partilhe