A UNESCO adoptou em 1972 a Convenção do Património Mundial, Cultural e Natural, que tem por objetivo proteger os bens patrimoniais dotados de um valor universal excepcional. Em 1976, foram criados o Comité do Património Mundial e o Fundo do Património Mundial, conforme determinado pelo texto da Convenção. Em 1979, foram feitas as primeiras inscrições de bens na Lista do Património Mundial. Em 1992, foi criado o Centro do Património Mundial, um organismo autónomo do Secretariado da UNESCO encarregado de gerir administrativamente as questões relacionadas com a Convenção do Património Mundial.

Portugal depositou o instrumento de ratificação a 30 de Setembro de 1980.

Portugal tem 15 bens inscritos na Lista de Património Mundial:

  • Zona Central da Cidade de Angra do Heroísmo (1983)
  • Mosteiro dos Jerónimos e Torre de Belém (1983)
  • Mosteiro da Batalha (1983)
  • Convento de Cristo em Tomar (1983)
  • Centro Histórico de Évora (1986)
  • Mosteiro de Alcobaça (1989)
  • Paisagem Cultural de Sintra (1995)
  • Centro Histórico do Porto, Ponte Luiz I e Mosteiro da Serra do Pilar (1996)
  • Sítios Pré-Históricos de Arte Rupestre do Vale do Rio Côa e de Siega Verde (1998, 2010)
  • Floresta Laurissilva na Madeira (1999)
  • Centro Histórico de Guimarães (2001)
  • Alto Douro Vinhateiro (2001)
  • Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico (2004)
  • Cidade-Quartel Fronteiriça de Elvas (2012)
  • Universidade de Coimbra, Alta e Sofia (2013)

Consulte aqui a Lista do Património Mundial.

Saiba mais no sítio da CNU.

  • Partilhe